Comunicação em diligência – Um enfoque pacificador

Há muito desejávamos visitar os colegas do Rio Grande do Sul e a oportunidade veio no início de novembro de 2017 em um curso de capacitação realizado pelo TRT4.

A tônica do encontro, que contou com a presença também dos colegas da Justiça Federal de Porto Alegre, foi a capacitação para o exercício da função e a reciclagem do conhecimento e muito especial a análise conjuntural nesse momento de transição da carreira do Oficial de Justiça.

Procuramos sempre apresentar novidades e um ponto de vista desafiador que consideramos necessário para avançarmos no aperfeiçoamento de nossas atividades.

Matéria: http://www.assojafrs.org.br/trt4-promoveu-o-curso-comunicacao-em-diligencia-um-enfoque-pacificador/

1 Comentário

  1. Valdir Rocha de Freitas disse:

    Eu sou muito suspeito em proceder elogios aos Oficiais de Justiça Marcelo e José Carlos; sendo dúvida alguma estes dois nobres Oficiais de Justiça vêm desenvolvendo um belíssimo trabalho didático, que agrega e muito valores a nossa classe dos Oficiais. Nas últimas duas mudanças do CPC, os legisladores nos concederam duas atribuições de extrema importância: o de Avaliador e o de Pacificador (vide artigo 154, incisos V e VI do CPC). Isto exige que, nós, Oficiais e Oficialas de Justiça, estejamos sempre nos atualizando e buscando conhecimentos para melhor desempenhar as nossas funções, que a meu ver, têm caráter social e humano antes de adentramos no aspecto jurídico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *